Juntas somos mais forte | Dias das mulheres

março 08, 2019


    Hoje, dia 8 de março, é comemorado o Dia Internacional da Mulher, onde vemos todo mundo fazendo homenagem às mulheres, entregando flores, fazendo textões, dizendo que somos as coisas mais preciosas da vida e todo aquele glamour para que esse dia seja mais um dia que o comércio possa lucrar.
    Com toda essa foco em presente muita vezes esquecemos o que realmente significou esse dias para mulheres a muito tempo atrás, que lutaram, reivindicaram e morreram para que tivessem seus direitos. Várias junções de acontecimento fizeram com esse dia se tornasse oficial que aconteceram principalmente nos EUA e Europa por melhores condições de trabalho e direitos sociais e políticos, que tiveram início na segunda metade do século XIX e se estenderam até as primeiras décadas do XX.
     Depois de 20 anos, em 1945, a ONU ( Organização das Nações Unidas) assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e mulheres. Na década de 60 o movimento feminista ganhou mais força; e em 1975 foi comemorado o Ano Internacional da Mulher e em 1977 o 8 de Março foi reconhecido pelas Nações Unidas.
     É uma luta que vem a muito tempo para tentarmos conquistar nosso espaço, ter nossa voz ativa e é  uma data que faz nós lembrar o quão importante nós somos e o pouco que somos valorizadas. Por mais que seja ridículo falar isso ainda temos que lutar muito pela igualdade e contra o machismo que ainda é muito presente na nossa cultura.
     De acordo ONG AzMina, mostram dados que mostram que a cada 2 minutos uma mulher é morta, que uma mulher trabalha quase 3 vezes mais nas tarefas de casa, e que somos o 5º país em taxa de feminicídio, segundo as Nações Unidas. A cada 10 jovens 8 já sofreram assédio, 3 em cada 10 mulheres já foram beijadas à força, as mulheres possuem salários 30% menores, 38% dos feminicídios são cometidos pelos parceiros, 27% das mulheres que sofrem agressão permanecem com o parceiro, e segue uma lista. 
     Apenas neste 5 dias de folia do carnaval OITO casos de feminicídio ou tentativa foram registrados. O machismo e o preconceito estão nos matando. A luta é diária, tanto sozinha ou em conjunto! 
     Ver uma mulher crescendo, lutando e ganhando espaço me deixa feliz parece que eu conquistei aquilo. Lembre-se lugar de uma mulher é onde ela quiser, com a roupa que ela quiser vestir e as atitudes que ela desejar tomar. Não se esqueça você não está sozinha e juntas somos mais forte.

Parem de nos matar!!!



Todas as informações retirei dos seguintes sites:



Veja mais postagens como essa!

0 comentários

Postagens Populares

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *