Black Lives Matter - balck is king

novembro 24, 2020

 

Black Is King é um filme musical e álbum visual de 2020, dirigido, escrito e com produção executiva da cantora americana Beyoncé. Black Is King foi lançado globalmente para reprodução por meio da plataforma de streaming Disney+ em 31 de julho de 2020. Foi exibido no dia seguinte na África subsaariana, através dos canais M-Net e Canal+ Afrique, um acordo de distribuição foi feito com o canal de televisão Canal+ Afrique da África Central e África Ocidental e o canal M-Net do conglomerado de mídia MultiChoice Group para exigir Black is King na África subsariana em 1º de agosto de 2020.

Sinopse: 

Um jovem rei africano é separado de sua família em um mundo implacável. Ele subsequentemente passa por uma jornada "através da traição, do amor e do autoconhecimento" para recuperar seu trono, utilizando a orientação de seus ancestrais e seu amor de infância. A história é contada através das vozes de pessoas negras da atualidade.



Em 19 de julho de 2019, O Live Action Rei Leão foi lançado nos cinemas dos Estados Unidos. No mesmo dia, foi lançado um álbum correlacionado intitulado The Lion King: The Gift . O álbum teve curadoria e produção por Beyoncé, que descreveu o álbum como "uma carta de amor à África" e reafirmou sua determinação em encontrar "os melhores talentos da África e não somente usar alguns dos sons e [fazer] minha interpretação deles".

Beyoncé explicou acreditar que The Gift "é a primeira trilha sonora que se torna visual em sua mente". Beyoncé complementou ainda dizendo: "Eu quis colocar todos em sua própria jornada para que isso se ligasse ao enredo. Cada canção foi escrita para refletir a narrativa do filme que dá ao ouvinte uma chance de imaginar seu próprio imaginário, enquanto escuta a uma nova interpretação contemporânea".

Beyoncé chamou o filme de "meu projeto de paixão que eu tenho filmado, pesquisado e editado dia e noite durante o ano passado".

Black Is King foi pensado como uma peça correlacionada a The Lion King: The Gift, trilha sonora de 2019. Beyoncé explicou que o filme foi criado para "celebrar a amplitude e a beleza da ascendência negra" e "para apresentar elementos da história negra e da tradição africana, com um toque moderno e uma mensagem universal, e o que realmente significa encontrar sua auto identidade e construir um legado"

Em sua pesquisa para o filme, Beyoncé descreveu como ela "gastou bastante tempo explorando e absorvendo as lições das gerações passadas e a história rica dos diferentes costumes africanos". O trailer mostra Beyoncé lendo o livro de 1971 Black Gods and Kings, escrito pelo historiador de arte americano Robert Farris Thompson para gravar a história da arte do povo iorubá do sudoeste da Nigéria.

O filme foi escrito por Beyoncé, com o poeta Yrsa Daley-Ward e escritor Clover Hope contribuindo ao roteiro.

As filmagens aconteceram principalmente na segunda metade de 2019, em locais como África do Sul, África Ocidental, Nova Iorque, Los Angeles, Londres e Bélgica.

 

Black Is King é baseado na música de The Lion King: The Gift. As músicas "My Power", "Mood 4 Eva" e "Brown Skin Girl" foram confirmadas como tendo vídeos no filme, descritas como "extravagâncias de elegância e alma". Em 19 de junho de 2020, Beyoncé lançou o single "Black Parade" em celebração ao feriado Juneteenth, que comemora o fim da escravidão nos Estados Unidos.


Black is King é um filme musical cheio de referência e exaltação da cultura africana. Logo em seu lançamento foi muito debatido nas redes sociais, principalmente pelo momento que estamos vivendo do levantamento de black lives matter e ver uma grande artista negra debatendo e mostrando o poder da cultura negra é incrível.

Um filme que todos deveriam assistir e refletir.

 


Fontes: aqui e aqui 




Veja mais postagens como essa!

0 comentários

Postagens Populares

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *