CONFISSÕES DE UMA GAROTA EXCLUÍDA | Filme

setembro 27, 2021

 

Esse final de semana assisti o novo filme brasileira do dona Netflix: Confissões de uma Garota Excluída, adaptação em longa-metragem do livro de Thalita Rebouças vem carregado de mensagens de auto aceitação. Focando na coragem de uma adolescente que decide superar seus medos e se abrir para a vida no colégio, o filme acompanha sua jornada sem desviar de trancos, barrancos e constrangimentos pelo caminho. 

Confesso que assisti o filme meio assim, com um pé atrás, mas é bem gostosinho de assistir e dar boas risadas. Tetê, uma adolescente de 16 anos que não se sente aceita na escola, e quando chega em casa e tudo piora com sua família constantemente colocando ela para baixo. 


Após seu pai perder o emprego ela se muda para casa dos avós quando tudo começa dar uma reviravolta em sua vida. Escola nova, ela pode recomeçar a sua vida, com novos amigos e uma nova paixonite. 

A história mostra seu glow up, como dizem os jovens, e tem uma parte muito importante onde ela confronta a sua família, onde é um dos maiores problemas, na minha opinião, família é para ser um lugar onde te acolhe e não que te julga e tenta te mudar a todo custo. 

Sinopse:

"Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz.  O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa... O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes... Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor."

A direção é de Bruno Garotti, o mesmo de Diário de intercâmbio. Filme super bom para quando você quer rir e passar o tempo.


Veja mais postagens como essa!

0 comments

Postagens Populares

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *